quarta-feira, 24 de março de 2010

MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD

O modelo atômico de Rutherford (ou modelo planetário do átomo) é uma teoria sobre a estrutura do átomo proposta pelo físico Ernest Rutherford. Segundo esta teoria, o átomo teria um núcleo (centro do átomo) positivo, que seria muito pequeno em relação ao todo, mas teria grande massa e ao redor deste, os elétrons, que descreveriam órbitas circulares em altas velocidades, para não serem atraídos e caírem sobre o núcleo. A eletrosfera (onde ficam os elétrons) seria cerca de dez mil vezes maior do que o núcleo atômico, e entre eles haveria um espaço vazio.
A falha do modelo de Rutherford é mostrada pela teoria do eletromagnetismo, que diz que toda partícula com carga elétrica submetida a uma aceleração origina a emissão de uma onda eletromagnética.
O elétron em seu movimento orbital está submetido a uma aceleração centrípeta (que se dirige ao centro) e, portanto, emitirá energia na forma de onda eletromagnética.
Essa emissão, pelo Princípio da conservação da energia, faria com que o elétron perdesse energia cinética e potencial, caindo progressivamente sobre o núcleo, fato que não ocorre na prática. Esta falha foi corrigida pelo Modelo atômico de Bohr.




(Postado por Dayane Alves)

2 comentários: